Notícias
aqui você encontra tudo sobre novidades e tendências sobre esquadrias de PVC

Esquadrias: como escolher o material mais adequado

compartilhe:

Instaladas nas obras para sustentar portas e janelas, as esquadrias exercem um papel importante na composição do design da edificação, pois ajudam na definição do estilo e dos ambientes. Esse item de acabamento está diretamente relacionado a atributos essenciais de uma edificação: luminosidade e ventilação, no caso das janelas; acessibilidade, circulação e aproveitamento dos espaços internos, no caso das portas. O mercado do setor de arquitetura e construção oferece diversas opções para você escolher. Se levarmos em conta os diferentes materiais, tipos, modelos e usos, o leque de possibilidades é ainda maior. Veja aqui qual tipo de material pode ser o mais adequado para a sua construção.

 

Esquadrias de alumínio

De fácil acesso no mercado, esse material garante um ar de modernidade aos ambientes onde é instalado. Apesar de não requerer não requer grandes cuidados de manutenção, na hora de pensar em portas e janelas de alumínio é necessário escolher o acabamento próprio para cada ambiente. Esquadrias expostas ao calor ou à umidade, por exemplo, vão precisar de tratamento próprio para evitar corrosão e ferrugem. Pode ser necessária a depender do uso, a anodização, que consiste na aplicação de uma camada protetora de óxido (com várias cores disponíveis) sobre o metal, resultando no aumento da resistência do material. Há ainda a pintura eletrostática a pó, que colore e ajuda na proteção. No entanto, uma desvantagem importante do alumínio é que ele é condutor de calor, podendo interferir na regulação da temperatura dos espaços onde estiver aplicado.

 

Esquadrias de madeira

A madeira é o material usado há mais tempo em esquadrias nas edificações (é só lembrar dos casarões coloniais, por exemplo). A madeira remete à rusticidade, ao conforto e ao aconchego. Como há uma rica diversidade de árvores madeireiras, é possível encontrar aplicações de cores e características físicas adequadas para cada contexto de construção (praia, campo ou cidade). A madeira pode ser usada para esquadrias de janelas, com peças de cedro, muiracatiara, curupixá e freijó, por exemplo. Também são comuns portas maciças nas áreas externas em espécies de itaúba, cumaru, jatobá e ipê, entre outras. A principal desvantagem da madeira está na necessidade constante de manutenção (com vernizes e impermeabilizantes) e no processo de vedação inferior.

 

Esquadrias de PVC

Tendência contemporânea no mercado, as esquadrias de PVC tem sido altamente indicadas por conta da combinação imbatível de versatilidade, custo de manutenção e bom gosto. A limpeza do PVC, tanto em ambientes internos quanto em áreas externas, é muito simples: basta uma espoja ou um pano umedecido com água e um detergente neutro.

As portas de PVC oferecem versatilidade de modelos, garantindo a circulação adequada entre os espaços, além de isolamento acústico. Do mesmo modo, a composição das fachadas com janelas de PVC vai garantir tranquilidade total com relação às intempéries, pois o PVC tem ótimos indicadores de estanqueidade – ou seja, não altera suas características de forma e composição física mesmo exposto ao sol e à umidade. O PVC também favorece o isolamento térmico, pois não conduz calor.

Além de todas essas vantagens, o PVC permite aplicação de cores que conferem a esse material uma versatilidade muito grande para a composição com outros materiais. Acesse e veja aqui algumas dicas.

Quer saber mais sobre esquadrias?
© Squadra PVC 2019 - Todos os direitos reservados