Notícias
aqui você encontra tudo sobre novidades e tendências sobre esquadrias de PVC

Como será a casa do futuro?

compartilhe:

Você já parou para pensar como serão as casas daqui a 20, 30, 40 ou 50 anos? Este é um tema que desperta o interesse de muita gente uma vez que é divertido tentar imaginar como serão as residências e toda a mudança que pode ocorrer em relação às tecnologias, design, uso de materiais e etc.

Será que as nossas casas irão parecer aqueles desenhos animados futuristas, em que tudo é automatizado, rápido e fácil? As casas serão autossuficientes? Será possível integrar todos os eletrodomésticos para que sejam coordenados por um único controle ou pela voz? A decoração será toda branca e minimalista, como é muito comum vermos nos filmes de ficção científica?

As possibilidades são diversas. Pensando nisso, levantamos algumas tendências que podem estar cada vez mais presentes no futuro de nossas residências:

 

Internet das coisas

Estamos vivendo na época da internet das coisas. Todas as tecnologias são interligadas por sensores e conectadas à internet. Tudo o que fazemos hoje, de certa forma, está conectado: ao celular, à TV, aos carros, aos eletrodomésticos e etc. Isso é a internet das coisas. Além disso, a computação em nuvem ou cloud computing já está presente em muitas casas e a tendência é esse tipo de tecnologia estar cada vez mais acessível e presente na rotina de mais pessoas. E isso vai influenciar o modo como nos relacionamos, viajamos, trabalhamos e vivemos.

Assistentes virtuais (Alexa, Home Pod e Google Assistant) são itens que permitem a integração de muitas tecnologias em casa e estão ganhando muitos adeptos. Isso porque a inteligência artificial também aprende com nossos padrões e vontades, fazendo com que tudo tenha a nossa cara ou "perfil", facilitando as nossas vidas. Alguns assistentes já fazem tarefas simples como apagar ou acender as luzes, ligar algum outro aparelho, fazer uma ligação, uma busca na internet, colocar uma música e mais.

O objetivo das empresas que vendem tecnologia para o uso em residências é que as casas do futuro sejam controladas por dispositivos como o celular, tudo conectado via Wi-Fi, com a retirada dos cabos e fios por todo lado. Com tudo conectado à mesma rede, será muito fácil controlar a casa.

Mas como isso tudo poderia funcionar? Reconhecimento de voz é uma das tendências. Com alto-falantes espalhados pelos ambientes, as vozes podem ser captadas e enviar comandos para os dispositivos. Demais né?

 

Produtos tecnológicos

A conectividade está sendo estudada em diversos produtos, como uma geladeira conectada, por exemplo, que pode, além de armazenar alimentos, avisar sobre a falta de produtos e conectar com um app de compras de um mercado. Parece incrível, mas antes de passos como esse, as casas do futuro vão deixar para trás as complexidades dos equipamentos para dar lugar aos produtos e alternativas mais fáceis de serem instalados e usados.

Antes, existia uma barreira grande entre o consumidor e a automação da casa devido à logística de instalação que incluía aparelhos grandes, técnicos muito especializados e a necessidade de quebra-quebra em casa. No futuro isso não deverá mais existir. As empresas de tecnologia já estão desenvolvendo produtos que possam conversar entre si, sem a necessidade de ser tudo de uma mesma marca, fornecendo maior liberdade maior para o consumidor final e facilidade para interligar os sistemas. O design também está passando por mudanças a fim de atender um consumidor que está cada vez mais exigente em termos de cor, texturas e aparência dos produtos.

 

Conheça algumas das tendências em produtos para os próximos anos

Cortinas e persianas: já têm funções motorizadas e é possível agendar horários para abrir e fechar, além de controlar suas ações via controle.

Eletrodomésticos: robôs aspiradores que limpam a casa sozinhos; geladeiras com touch screen que identificam os produtos e adaptam a temperatura de acordo com a necessidade; fogões equipados com dispositivos de segurança que avisam quando a refeição está pronta; máquinas que lavam, secam e passam a roupa.

Banheiros: privadas com aquecimento do assento, bloqueio de odores e outras funcionalidades.

Quartos: colchões com monitores de sono, despertadores inteligentes e armários que permitem maior organização das roupas.

Dispositivos de segurança: acesso à casa por biometria e reconhecimento facial; portaria virtual em prédios e condomínios.

Conexão com o pet: aparelhos que permitem ver, conversar e interagir com seu cão através do celular. Em algumas versões, é possível liberar o alimento para ele também.

 

Sustentabilidade

As residências inteligentes também são cada vez mais pensadas para a sustentabilidade e para otimizar recursos como energia e água, a partir da implantação de dispositivos com menor impacto ambiental. Além da preocupação com o meio ambiente, as novas tecnologias contribuem com o bolso do morador, uma vez que o gasto é menor. Já as casas autossustentáveis são capazes de gerar a própria energia, reaproveitar a água utilizada e possuem sistemas de climatização que não usam energia.

Já pensou em como será a sua casa no futuro? Não deixe de ler o nosso post sobre 5 materiais sustentáveis para o seu projeto!

 

Quer saber mais sobre esquadrias?
© Squadra PVC 2019 - Todos os direitos reservados