Notícias
aqui você encontra tudo sobre novidades e tendências sobre esquadrias de PVC

Saiba as diferenças entre as esquadrias de PVC e de alumínio

compartilhe:

O mercado de esquadrias oferece opções muito versáteis e com variedade de insumos para os clientes. O material mais comum para a fabricação de esquadrias no Brasil hoje é o alumínio. No entanto, o PVC vem ganhando cada vez mais espaço nos projetos de obras Brasil afora, tanto de reforma quanto de construção. Para ajudar você a entender melhor o que difere as esquadrias elaboradas a partir desses diferentes materiais, preparamos um conteúdo especial. Confira!

Alumínio: popular e acessível

As esquadrias de alumínio são muito populares, especialmente aqui no Brasil. Como o país é abundante nos recursos minerais que dão base ao produto industrial, os custos de produção desse material são razoavelmente acessíveis.

Em termos de aplicabilidade nas construções, o alumínio é muito funcional, tem boa aparência estética (podendo ser inclusive colorido) e não tem grandes problemas de manutenção, oferecendo durabilidade satisfatória.

Dependendo da qualidade e da quantidade de lâminas de vidro utilizadas na montagem, as esquadrias de alumínio vão oferecer bons resultados de isolamento acústico. Do ponto de vista térmico, se não for corretamente tratado, o alumínio pode se tornar um potencial irradiador de calor, comprometendo os resultados esperados em termos de isolamento térmico.

 

PVC: acabamento superior e maior sustentabilidade

Quando olhamos, por outro lado, para as esquadrias de PVC, encontramos uma solução mais requintada e sustentável do ponto de vista ambiental. Além de terem a mesma versatilidade do alumínio quanto aos atributos estéticos para a construção civil, as portas e janelas com esquadrias de PVC oferecem um acabamento mais refinado, valorizando mais as fachadas e ambientes internos. Além disso, as técnicas mais avançadas de coloração oferecem a possibilidade de pigmentar o PVC de modo a oferecer variedade de cores e, até mesmo, aplicar texturas que imitem a madeira ou outros materiais – é sinal de muita versatilidade e compatibilidade com diferentes estilos e técnicas de edificação.

Some-se a isso o fato de que o PVC está livre de corrosão ou ferrugem – algo que, dependendo do tratamento aplicado no alumínio, pode acontecer com esse material. A limpeza do PVC é muito simples, e não há a preocupação de manter o brilho ou a aparência espelhada de alguns modelos de esquadrias feitas em alumínio. O PVC, como resultado de um polímero quimicamente sintetizado, não tem risco de irradiar calor. Além disso, oferece bons indicadores de estanqueidade – ou seja, não se deforma com luminosidade solar ou vibrações moderadas.

Por fim, outro ponto favorável do PVC é a questão da sustentabilidade. O material consome até 30% menos água do que o alumínio no processo de produção e, como não tem metais pesados na sua liga de composição, tem maior disponibilidade de  destinação ambiental de reciclagem.

Sabemos que, em média, o PVC pode custar até 25% a mais do que o alumínio em esquadrias. Todavia, a segurança do material no longo prazo, o requinte estético e a responsabilidade ambiental que envolvem o PVC fazem dele uma solução muito compensadora para quem precisa instalar portas e janelas na sua reforma ou construção.

 

Gostou desse conteúdo? Confira no nosso blog várias dicas de utilização das esquadrias de PVC em projetos residenciais.

Quer saber mais sobre esquadrias?
© Squadra PVC 2019 - Todos os direitos reservados